terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Confira entrevista com 'Galego do Veneno', figura folclórica de Alagoas

Conhecido nacionalmente como ‘Galego do Veneno’, Genésio Rodrigues dos Santos, de 65 anos, trabalha há mais de 52 vendendo produtos no Parque Rio Branco, área do Mercado da Produção, no Centro de Maceió. A figura folclórica já foi tema de reportagens em rede nacional e já se candidatou três vezes em eleições, concorrendo ao cargo de vereador da capital de Alagoas.

Esta repórter que vos escreve foi até a barraca do ‘Galego do Veneno’, onde ele comercializa seus produtos com a ajuda de um aparelho de som ligado em seu fusca verde, para saber como anda a vida desse divertido comerciante de venenos para matar ratos e insetos.

Confira a entrevista:

Primeira Edição: você sempre trabalhou nessa região do Mercado?
Gelego do Veneno: há mais de 52 anos que eu trabalho por aqui. Mas na linha do trem tem mais de 20. Montei minha barraca do lado do meu fusca e fiquei até hoje.

PE: quando foi candidato a vereador de Maceió, recebeu muitos votos?
GV: recebi nada! Nem a minha mulher votou em mim, porque eu disse que já estava eleito e ela foi e votou no meu compadre, com pena dele. Para falar a verdade, nem eu votei em mim, estava bêbado no dia e nem lembro o que estava fazendo na eleição.

PE: a sua renda com a venda de venenos dá para sobreviver?
GV: dá sim! É daqui que eu tiro o sustento da minha mulher e dos meus filhos. É tanta gente querendo comprar aqui que tem que fazer fila, fica um empurrando o outro. Vou ter que contratar um rapaz para me ajudar, porque não estou dando conta de tantos clientes!

PE: você tem quantos filhos?
GV: para falar a verdade eu tenho sete mulheres e tanto filho que tem um bocado que eu nem conheço [risos]. Eles descobrem que eu sou pai deles, vêm aqui, e quando descobrem que eu não tenho dinheiro para dar, vão embora com raiva de mim. Mas falando sério, sou casado com a mãe do meu derradeiro filho.

PE: você se acha famoso?
GV: Ah! Eu sou muito conhecido. Todo mundo me conhece como o homem que mais mata em Alagoas. Sou o matador! Mato rato, barata, escorpião, formiga preta, todas essas pragas que estão infestando a cidade.

O ‘Galego do Veneno’ chega sempre por volta das 8 horas no seu ponto de venda e é uma figura muito divertida. Quem precisa de veneno para matar as pragas em sua residência, aí está uma boa opção para acabar com o problema e ainda se divertir com as ‘resenhas’ do vendedor famoso!

Thayanne Magalhães

2 comentários:

Anônimo disse...

eu achei super lagal seu blog entra no meu e segue ele por favor? obg link do blog http://blogdasoohs2.blogspot.com/

thais santos disse...

caraca, ele é resenha e ainda estuda no mesmo colégio que eu....kkkkkkkkkk